Dor de Garganta é Transmissível? Passa Pelo Beijo? [2017]

0
3437
www.dordegarganta.blog.brdor-de-garganta-e-transmissivel-pelo-beijo

Como se Pega Dor de Garganta?

Dor de Garganta: Todas as Possíveis Causas

Além de aparecer muitas vezes no curso de gripe ou resfriado, a dor de garganta também aparece por muitas outras causas.

Nem sempre é um sintoma presente em casos de gripe. Quando ele parece estar igualmente em consideração a outras causas.

A dor de garganta remédio caseiro pode surgir devido a uma infecção viral, geralmente constipações e gripe, mas é comum com o uso de irritantes, tais como o consumo de cigarros.

Mesmo quando forçados a falar demais ou muito alto, pode ocorrer. Finalizando, há infecção bacteriana (tipicamente estreptocócica) envolvendo a garganta e às vezes até mesmo as amígdalas.

 

(VÍDEO) AMIGDALITES – BATE PAPO

 

Se a Causa For Um Vírus

A dor de garganta persistente é de origem viral, na sua maior parte, devido ao vírus do resfriado e, portanto, é acompanhada de outros sintomas típicos da infecção: olhos vermelhos ou lacrimejantes, nariz escorrendo ou entupido, tosse e espirros frequentes.

Pode também ser devido à influência, e nesse caso também será acompanhada por dor de cabeça, febre, fadiga e dor muscular.

Não há cura específica para uma dor de garganta devido a um vírus, mas para acelerar a cicatrização é bom descansar corretamente, seguir uma dieta saudável e beber água em abundância.

Também são úteis os medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios, tais como o paracetamol, aspirina e outros, eles podem aliviar a dor e a irritação na garganta.

Para dor de garganta e febre, use spray e pastilhas para um sintoma específico. Em caso de dor de garganta viral, os antibióticos não são eficazes e, portanto, não devem ser usados.

 

Se a Causa For Estreptococos

O sintoma de infecção bacteriana é geralmente mais grave e pode incluir, uma forte dor na garganta e inchaço, vermelhidão, perda de apetite, febre, dores de cabeça.

A infecção estreptocócica é transmitida pelo contato direto com uma pessoa infectada e/ou através da partilha de objetos pessoais. Embora seja mais comum em crianças com idades entre 5-13, pode também ocorrer na idade adulta.

Se não tratada adequadamente, a inflamação de garganta pode causar doenças graves, como a febre reumática, que pode danificar as válvulas cardíacas.

É por isso que é importante um tratamento adequado com antibióticos que, em geral, resolve a infecção em cerca de dez dias. Você deve continuar a terapia, mesmo se sentir-se melhor, não arrisque a volta da infecção.

 

Se Estiver Envolvendo as Amígdalas

Por vezes, a dor de garganta é causada por amigdalite, ou inflamação das amígdalas causadas por uma infecção viral ou bacteriana.

Neste caso, além de irritação da garganta, terá amígdalas inchadas que podem apresentar placas brancas.

Outros sintomas incluem mau hálito, febre, alterações de voz devido à inchaço, aumento dos gânglios linfáticos no pescoço.

Se a infecção é viral, o antibiótico não ajudará: o vírus tem de seguir o seu curso antes da dor de garganta e pescoço ser resolvida.

Em ambos os tipos de infecção, no entanto, para acelerar a cicatrização vai ajudar a descansar tanto quanto possível, beber muita água, comer frutas e alimentos macios (tais como sorvetes, sobremesas congeladas e sopas), evitar alimentos crocantes ou picantes, use um vaporizador para umidificar o ar.

Contra a dor os analgésicos podem ser úteis, tais como paracetamol, aspirina ou outros.

Se os antibióticos não curarem a infecção bacteriana, e as dores se repetirem várias vezes, ou se eles interferirem no sono e respiração, o médico pode sugerir a remoção cirúrgica das amígdalas (amigdalectomia).

 

Faringite – Dor de Garganta

A faringite, mais comumente conhecido como infecções na garganta, é uma inflamação que afeta a faringe.

Esta localizada na parte de trás da boca é um canal muscular membranoso que permite a comida a via do esófago.

 

Faringite Tira Duvidas:

Característica: uma dor de garganta e dor ao engolir são sintomas característicos da faringite.

A faringite pode ter várias causas, incluindo o vírus (principal responsável), bactérias, alergias, aumento do suco gástrico do estômago e assim por diante.

Aqueles que sofrem de faringite sentem uma sensação persistente na garganta e acusa dor ao engolir.

Além disso, se a causa da inflamação for um agente infeccioso, é provável que o paciente experimente também desordens de doença infecciosa relacionada.

Tipicamente, a faringite cura-se em poucos dias e sem qualquer tratamento especial; Se, no entanto, os sintomas persistem, eles podem levar os testes de diagnóstico mais aprofundado e um tratamento específico.

 

O Que é Faringite?

A faringite é uma inflamação da faringe, ou na região posterior da boca.

Na linguagem comum, faringite é mais conhecida pelo termo “dor de garganta”, um sintoma que caracteriza várias circunstâncias patológicas.

A faringe é um comprimento de conduta do musculomembranoso de cerca de 10 cm, cobertas com uma membrana mucosa, localizada entre a cavidade nasal e do esófago.

Figura: as seções que compõem a faringe e as peças anatômicas para estes vizinhos. Anatomicamente, a faringe se estende a partir da base do crânio até a sexta vértebra cervical.

De agora em diante, começa no esôfago, um tubo longo de 25-30 centímetros, que serve para levar a comida ao estômago; alimentos que não tomam a forma da laringe, graças à presença da epiglote.

A última parte da faringe é posicionada aproximadamente no mesmo nível que a sexta vértebra cervical e a cartilagem cricoide pertencente à laringe.

Para Ser Mais Preciso, a Faringe Está:

– Posterior à boca;
– Acima da laringe e esôfago.

A faringe é uma característica básica da via aérea digestiva superior, é assim chamada porque permite tanto a progressão dos alimentos para o esôfago como a respiração para os pulmões.

A nasofaringe é a parte superior da faringe, colocado em contato direto com o canal, ou seja, as duas aberturas traseiras da cavidade nasal.

A orofaringe é a parte do meio da faringe, localizado entre a nasofaringe e a epiglote (o último é a extremidade superior da laringe).

Antes dele, tem a cavidade oral, com a qual se comunica via a chamada boca.

Finalmente, a hipofaringe é a parte terminal da faringe, esófago, onde fica a comida.

Estando localizado logo abaixo da epiglote, ao contrário das outras duas seções, que é atravessada a partir do ar, mas apenas a partir de alimentos.

 

Causas

Faringite pode ocorrer por várias razões. Na maioria dos casos, é o resultado de uma infecção viral; menos comumente, pode ser a consequência de uma infecção bacteriana, ou circunstâncias particulares, como por exemplo, alergias, doença do refluxo gastresofágico, ou a exposição a produtos químicos tóxicos.

Uma descrição mais precisa das possíveis causas de faringite é mostrada nos seguintes subcapítulos.

 

Faringite – Infecção Viral

As principais e mais comuns vírus que podem causar faringite são:

O vírus da gripe, tais como:
– Rinovírus,
– Coronavírus,
– Vírus parainfluenza,
– Vírus sincicial respiratório,
– Adenovírus,
– Enterovírus,
– Metapneumovirus.

 

Faringite – Infecção Bacteriana

As Principais Bactérias que Podem Inflamar a Garganta São:

– Estreptococo;
– Estreptococos pneumonia;
– Hemofílica influenza;
– Bordetella pertussis;
– Bacillus anthraces;
– Bacterium diphtheria;
– Neisseria gonorrheal;
– Chlamydiae pneumonia;
– Mycoplasma pneumonia;

 

Outras Causas

Episódios de Faringite Também Podem Ocorrer como Resultado de:

As reações alérgicas. Pessoas alérgicas ao mofo, poeiras, pólen ou pelos de animais, estão sujeitos a inflamações repetidas.

Em todas estas circunstâncias, é muito provável que ocorra a chamada secreção nasal, devido à presença maciça de muco no ponto de comunicação entre a cavidade nasal e nasofaringe.

O ar seco da casa ou do escritório. O ar seco, se respirado por várias horas, pode inflamar a faringe, uma vez que provoca congestão nasal e faz com que respire pela boca.

O ar seco é um problema comum entre aqueles que dormem em quartos aquecidos durante toda a noite.

Inalação crônica de irritantes. O ar poluído, fumaça de cigarro e tóxicos de algumas plantas industriais contêm substâncias irritantes para a garganta, o que pode inflamar as várias secções da faringe.

Os músculos da faringe são como os músculos das pernas e braços; Portanto, quando sujeitos a stress excessivo, eles se cansam e acabam inflamando, causando todos os sintomas típicos de uma dor de garganta e ouvido.

O refluxo gástrico, em direção ao esôfago, faringe e laringe, por vezes podem causar inflamação.

Pessoas com episódios recorrentes de refluxo gastresofágico ou faringolaríngea estão sujeitas a inflamações frequentes não só do esôfago, mas também da faringe e da laringe.

Para dar origem à inflamação, a acidez do suco gástrico tende a aumentar e dar extrema sensibilidade às estruturas anatômicas acima.

AIDS: As primeiras fases são caracterizadas por uma série de sintomas, que lembram a gripe. Entre os vários distúrbios, há também uma dor de garganta.

Além disso, os pacientes com HIV são indivíduos imunossuprimidos (isto é, com pobres defesas imunitárias) e predispõem várias doenças infecciosas, inclusive inflamações da faringe.

Tumor maligno ao nível do trato faringolaríngeo ou cavidade oral. A dor de garganta é um dos sintomas do cancro da faringe, laringe ou da língua.

Geralmente tem outros sintomas, tais como dificuldade em engolir, rouquidão, emissão de sons estranhos durante a respiração, sangue na saliva e o aparecimento de edemas no pescoço.

Abscessos periamigdalianos ou epiglotite: Um abcesso é um conjunto de pus, bactérias, fragmentos de células e de plasma, do qual é formado como resultado de uma infecção.

Um abscesso peritonsilar é um abcesso localizado entre as amígdalas e faringe.

A epiglotite é a inflamação da epiglote, a válvula que regula a laringe a passagem de ar para dentro da traqueia e impede que o alimento introduzido obstrua as vias aéreas. A epiglotite grave pode causar sérios problemas respiratórios.

 

Fatores de Risco

Qualquer Pessoa pode ter Faringite, no Entanto, Eles São Mais Suscetíveis:

– As crianças e adolescentes;
– O tabagismo e o fumo passivo;
– Aqueles que sofrem de alergias;
– Aqueles que respiram irritantes químicos, poeira tóxica;
– Aqueles que sofrem de sinusite crônica.

Aqueles que frequentam ou vivem em lugares lotados, como estudantes, crianças do jardim de infância, os quartéis militares, prisioneiros etc.

Os imunossuprimidos. O sistema imunológico é barreira de proteção do corpo contra patógenos e ameaças do ambiente externo. Estão imunossuprimidos, por conseguinte, mais susceptíveis a infecções virais, bacterianas, fúngicas, etc.

AIDS, diabetes, consumo de corticosteroides, a quimioterapia, a leucemia, a ingestão de drogas imunossupressoras (por exemplo, depois de um transplante de órgão) e a anemia são apenas algumas das causas que suprimem o sistema imunitário uma pessoa.

 

Sintomas e Complicações

Os sinais e sintomas de inflamação de garganta são fortemente dependentes das causas subjacentes, de modo que cada paciente é um caso único.

No Entanto, a Maioria dos Episódios de Faringite é Caracterizada por:

– Dor ou sensação de comichão na parte de trás da boca;
– Dor que se torna mais aguda a cada vez que você engolir ou falar;
– Dificuldade de deglutição como em condições normais;
– Garganta seca;
– Gânglios linfáticos do pescoço e queixos inchados e inflamados;
– Amígdalas inchadas e avermelhadas;
– Presença de manchas brancas ou pus nas amígdalas;
– Voz rouca, e/ou fraco.

Origem Bacteriana ou Viral

Se a dor de garganta é resultado de uma infecção viral ou bacteriana, além dos eventos relatados anteriormente, você pode ter uma febre acima de 38°C, calafrios, tosse, corrimento nasal, espirros, dores musculares e articulares, dor de cabeça, náuseas e vômitos.

Quando Chamar o Médico?

Se o doente é uma criança, deve contatar o seu médico em caso de dificuldade respiratória, dificuldade em engolir, e persistentes espumas pela boca (sinal de um problema de deglutição).

Se o Doente é um Adulto, Você deve Chamar o Seu Médico na Presença de:

– Dor de garganta grave, que está em andamento há mais de uma semana e, em vez de melhorar, tende a piorar.

– Distúrbios da deglutição, dificuldades e/ou problemas respiratórios em abrir a boca;

– Dor nas articulações;

– Dor de ouvido;

– Erupção cutânea;

– Sangue na saliva ou catarro;

– Febre alta;

– Episódios recorrentes de dor de garganta;

– Protuberâncias no gargalo;

– Rouquidão persistente (no local por mais de duas semanas);

Diagnóstico

Indivíduos que necessitam de uma consulta médica para uma garganta muito dolorida são submetidos, antes de tudo, a um exame físico completo e uma análise precisa da sua história médica.

Depois disso, dependendo da situação e em caso de dúvida sobre as causas, o médico pode prescrever a execução de um esfregaço da garganta, um exame de sangue ou testes de alergia.

Análise da História Clínica

Analisando a história clínica de um paciente significa perguntar se já sofreu de uma doença em particular no passado, qual é o seu estado de saúde no momento, se faz a utilização de drogas, qual é a sua ocupação, se fuma, etc.

Tais questões podem servir o médico para explicar uma faringite não infecciosa.

Testes Alergênicos

Se houver suspeita de que a dor de garganta e gargarejo é causada por alergia a certas substâncias voláteis (poeira, substâncias tóxicas, mofo, pólen, pelo de animais e assim por diante).

O médico prescreverá testes de alergia.

Tratamento

Para faringite viral há curas específicas, mas apenas remédios sintomáticos, que visam reduzir os sintomas. Nestes casos, usualmente, a cura tem de 5 até 7 dias.

O tipo faringite bacteriana possui condições específicas (alergias, refluxo gástrico, etc.) no entanto, é uma questão diferente: no primeiro caso, se as condições exigirem, você precisa de um tratamento básico de antibióticos, enquanto que a segunda, deve ser definida, especificamente, uma terapia baseada em disparadores.

 

Remédios Que Aliviam de Maneira Eficaz

Para atenuar os sintomas de dor de garganta, especialmente se o acusador é um vírus, os médicos recomendam:

Ficar em repouso: dormir 7-8 horas por noite.

Beber muitos líquidos, especialmente água, para evitar a experiência de desidratação. Deve evitar, até a resolução completa dos sintomas, álcool e café.

Executar gargarejo à base de soluções de água aquecido e sal, eles são muito úteis para aliviar a inflamação da garganta.

Faça inalações quentes e úmidas, para diminuir a sensação de garganta seca e livre de muco. Sempre com a mesma finalidade, até mesmo os médicos recomendam chuveiros quentes e utilização de umidificadores nos quartos, onde você gasta a maior parte do tempo.

O uso de fármacos anti-inflamatórios e analgésicos, tais como, por exemplo, paracetamol, ibuprofeno ou aspirina.

Estas drogas são particularmente indicadas quando o paciente sente uma dor irritante na garganta, dor de cabeça, febre, desconforto em engolir, dor articular e assim por diante.

Aviso: Há indivíduos com idade inferior a 16 que não devem tomar aspirina, pois pode dar origem à chamada síndrome de Reye.

Não fumar, evitar respirar o fumo passivo e não frequentar ambientes empoeirados e secos.

 

Terapia em Caso de Infecção Bacteriana

Em caso de faringite bacteriana grave ou potencialmente perigosa, o médico opta por uma terapia antibiótica.

A maioria dos medicamentos prescritos são antibióticos, penicilina e seus derivados.

A via de administração é geralmente o tratamento oral e dura até a resolução dos sintomas.

Aviso: Tomar antibióticos deve ocorrer exclusivamente com base no parecer do médico assistente.

Tomar antibióticos sem um motivo ou desnecessariamente leva à proliferação de bactérias resistentes aos antibióticos próprios; por favor, note, a este respeito, que as infecções bacterianas leves associados à faringite podem se resolver espontaneamente.

É apropriado para o paciente aderir à dosagem e modo de administração estabelecida pelo médico, com a possibilidade de rescisão antecipada do tratamento ou utilização incorreta do antibiótico pode fazer que a terapia seja em vão.

 

Prevenção

Para evitar faringite devido a agentes infecciosos, os médicos aconselham cuidar da sua higiene pessoal, ocasionalmente, o ambiente em que você vive.

Assim, é Aconselhável:

– Lavar as mãos frequentemente (especialmente depois de usar o banheiro) com água e sabão.
– Evitar compartilhar com outras pessoas comida, talheres, copos etc;
– Evitar colocar a boca em telefones públicos;
– Limpe regularmente com detergente apropriado, o telefone de casa, o controle remoto de televisão, teclado de computador, etc.;
Se você viajar, higienize o quarto de hotel ou apartamento onde está hospedado;
Finalmente, evite o contato direto com pessoas com alguma doença viral ou bacteriana.

Para evitar faringite associada com outras doenças infecciosas é uma boa ideia: se você tratar produtos químicos tóxicos, pós irritantes etc., usando máscaras para filtrar o ar;

Se você vive em uma cidade muito poluída, evitar gastar muito tempo ao ar livre nos dias de muita poluição atmosférica; não fumar; evite ser um fumante passivo; Finalmente, umidifique sua casa ou local de trabalho para evitar que o ar fique muito seco.

Prognóstico

Em faringite geral, virais e bacterianas têm um prognóstico positivo: a maioria dos pacientes, na verdade, curam-se em poucos dias.

Ela é diferente no caso de uma dor de garganta e não está associada com doenças infecciosas: Em tais situações, o prognóstico depende de como é a gravidade dos disparadores.

As Causas da Dor de Garganta

A dor de garganta é extremamente mais frequente em adultos do que em crianças. Quais são as razões? Uma visão geral das principais causas de dor de garganta.

Vírus: Inimigos da garganta. As bactérias e leveduras são gatilhos de dor de garganta. Suas causas:

Existem várias causas subjacentes da dor de garganta aguda. Em primeiro lugar, os vírus. Mas também bactérias e leveduras podem atacar a garganta.

Finalmente, outros fatores (tabagismo, poluição, alergias…) favorecem o aparecimento destas dores.

Vírus: Inimigos da Garganta

Vírus, parasitas de pequena célula, são as principais causas de infecção de garganta ou dor de garganta.

Os principais vírus responsáveis? O rinovírus, coronavírus, vírus sincicial respiratório (RSV), o mixovírus influenzae (influenzavírus) e parainfluenza, adenovírus…

Mais de 200 vírus podem causar uma dor de garganta. Estima-se que 80% da faringite, laringite, e 60-90% de amigdalite são causadas por vírus. Neste caso, os antibióticos são desnecessárias.

A cura? De analgésicos, antipiréticos e até mesmo anti-inflamatórios, antisséptico e bochechos anestésicos. O problema é resolvido em uma questão de 3-6 dias.

As Bactérias e Leveduras

A dor de garganta pode ser causada por bactérias. O mais frequente? O estreptococos. Cerca de 20% dos adultos possuem estafilococos na pele, enquanto que 10% das crianças podem tê-los na garganta.

Assim, a amigdalite estreptocócica é a infecção bacteriana mais comum, responsável por cerca de 15% de dor de gargantas diagnosticadas por médicos.

A amigdalite, faringite e laringite bacteriana justifica o uso de um tratamento com antibióticos.

Se não for tratada, pode levar a complicações raras, porém graves.

Mais raramente são as leveduras as responsáveis pela dor de garganta, especialmente a Candida albicans (faringite e laringite Candida albicans).

 

Gatilhos Para Dor de Garganta

O aparecimento de dor de garganta pode acontecer por um ar muito seco, fadiga (sistema imunológico enfraquecido), refluxo gastresofágico, alergias, como a sinusite, poluição, álcool, tabaco…

A frequência de infecções de nariz – garganta – ouvidos é maior em fumantes. O próprio fato de que ela falar muito ou gritos podem causar uma dor de garganta.

Note que, em caso de dor de garganta persistente, especialmente se associada a uma mudança na voz, você precisa procurar um médico.

Estes sintomas podem ser os de um cancro da laringe ou da faringe.

Algumas Regras Simples Protegem a Garganta:

– Lave as mãos regularmente;
– Evite tocar seus olhos e boca;
– Não sobreaquecer os quartos (18°C são suficientes) e umidifique;
– Parar de fumar ou evitar o contato com fumaça de cigarro;
– Durma bem: um corpo descansado defende-se melhor contra uma infecção.

 

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que você mais gostou nesse artigo, ou sobre alguma dica extra que você deseja compartilhar conosco ou até mesmo alguma crítica sobre esse texto.

 

Tira Duvida DOR DE GARGANTA: Veja estes Artigos:

17 MANEIRAS SIMPLES DE ALIVIAR DOR DE GARGANTA
REMÉDIO CASEIRO DOR DE GARGANTA INFANTIL E BEBÊ
ALHO: PARA CURAR DOR DE GARGANTA RÁPIDO
DOR DE GARGANTA PESCOÇO DOLORIDO COMO TRATAR
DOR DE GARGANTA É TRANSMISSÍVEL? PASSA PELO BEIJO?
DOR DE GARGANTA: CONHEÇA AS PRINCIPAIS CAUSAS
INFLAMAÇÃO DE GARGANTA: RECONHECER OS SINTOMAS

LEAVE A REPLY

dois + três =